Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?
Forum A.C.I.N.  « GERAL « Eventos da A.C.I.N. «  (Moderador: rjptapadas)Viseu / Santiago de Compostela - 3 a 8 Junho 2013
Páginas: 1 [2]
  Imprimir  
Autor Tópico: Viseu / Santiago de Compostela - 3 a 8 Junho 2013  (Lida 16355 vezes)
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #15 em: Abril 07, 2013, 16:29:33 »

Hoje foi dia de treino para a nossa aventura...foi também dia de estrear a canyon nos trilhos, levou com 80Km!!!

Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #16 em: Abril 10, 2013, 15:00:06 »

Passo hoje uns registos da 6ª e última etapa, A Laxe / Santiago











Boas pedaladas!
Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #17 em: Abril 29, 2013, 20:03:53 »

Já chegaram os passaportes para a nossa peregrinação...ou melhor as credenciais!!!

Já só falta agendar-mos um jantar para ultimar os preparativos!!!



Boas pedaladas.
Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #18 em: Maio 02, 2013, 08:57:27 »

Olá pessoal,

Podem ver aqui as fotos de três camaradas que acabaram de fazer o CPI Santiago...

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=588575637826996&set=a.588575621160331.1073741838.190767447607819&type=1&theater

Vêm aí muita dureza...
Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
qpinto
Sr. Member
****
Mensagens: 427


a bike... ajuda-me a... subir...!


Ver Perfil
« Responder #19 em: Maio 02, 2013, 21:48:34 »

Olá pessoal,

Podem ver aqui as fotos de três camaradas que acabaram de fazer o CPI Santiago...

Vêm aí muita dureza...

Boas Rui!

Pois... dureza... atenção às baixas temperaturas e... possivelmente à chuva!

Nos dorsais poderia se imprimir a Bandeira portuguesa e... colocar o tipo de sangue de cada um, que achas?

Até breve...!  Roll Eyes
Registado

Idanha-a-Nova "CATEDRAL do BTT"
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #20 em: Maio 02, 2013, 22:02:18 »

O meu tipo de sangue já não me lembro qual é...mas se achas muito importante podes coloca-lo com uma caneta de acetato na parte de trás do dorsal, não te esqueças é de tratar do cartão europeu de saúde, isso sim é importante.
Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #21 em: Maio 09, 2013, 10:03:17 »

Bem pessoal,

Estamos quase lá...da minha parte está quase tudo tratado, só falta mesmo comprar uns chinelos daqueles super leves eh, eh...

Bons treinos!

Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #22 em: Maio 15, 2013, 21:27:30 »

Estamos quase lá...um dos belos singles que vamos ciclar....

Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
S. Almeida
Full Member
***
Mensagens: 164


Ver Perfil
« Responder #23 em: Maio 17, 2013, 20:43:51 »

 Afro
Ai, ai! O formigueiro na barriga já está a começar!... Undecided
Registado
rjptapadas
Administrator
Hero Member
*****
Mensagens: 831


e a raia aqui tão perto....


Ver Perfil
« Responder #24 em: Maio 27, 2013, 10:32:10 »

Estamos quase lá...contagem decrescente!!!

Registado

Rui Tapadas
www.acin.com.pt.
qpinto
Sr. Member
****
Mensagens: 427


a bike... ajuda-me a... subir...!


Ver Perfil
« Responder #25 em: Maio 27, 2013, 21:20:55 »

Estamos quase lá...contagem decrescente!!!

Boas...!

Parece que anda... no ar alguma ansiedade...!  Tongue

Até breve...!  Roll Eyes
Registado

Idanha-a-Nova "CATEDRAL do BTT"
S. Almeida
Full Member
***
Mensagens: 164


Ver Perfil
« Responder #26 em: Julho 19, 2013, 16:52:35 »

 Afro
Boa tarde companheiros do pedal.
Aqui vos deixo uma das recordações desta maravilhosa vivência!

3 JUNHO 2013

A ansiedade por partir era Grande! Uns faziam caretas, outros o aquecimento inicial para a tão desejada Aventura!
   Mal sabíamos nós que seria uma das etapas mais duras da nossa vida…He, he, he!
   Saída de Viseu, com direito a um singletrack verdejante logo no início, brindado com uma lebre, que depois se transformaria em “caimbra, caimbra”!... Era a música mais tocada nos últimos terços finais da etapa. Hi, hi, hi! Lembras-te velhote? Azn
   As subidas a vários pontos “mais altos”, sem fim, brindadas por imagens consecutivas de eólicas fez-nos pensar que estávamos a levantar voo em direcção ao Céu!... O que se acabou por verificar, quando chegamos a Penude… o jantar servido pelo café Maravilha pareceu-nos Celestial!...

4 JUNHO 2013
   Com receio de que o pequeno-almoço tarda-se, havíamo-nos precavido na noite anterior com uns bolicaos e uns néctares no café Maravilha, mesmo junto ao albergue. Mas afinal a chegada a Lamego foi rápida, sempre a descer, pelo que em 10 minutos, vimo-nos “obrigados” a fazer um segundo pequeno-almoço…eu com direito a uma bola de Berlim com creme!...  Embarrassed
   Partimos então em direcção ao Alto Douro Vinhateiro! Comemos nêsperas, pois as uvas ainda não estavam no ponto! Continuámos a descer em direcção às vinhas, singletracks sem fim. Tal como as subidas que viríamos a encontrar!... Entre Peso da Régua e Bertelo deparámo-nos com uma vereda espectacular, algures perdida no meio das vinhas! Vertiginosa, mesmo.
   Em Bertelo aconteceu o mais esperado, o descanso dos guerreiros, com direito a paparoca! Acabado o “bom tempo”, hora de partir em direcção a Vila Real, onde os cinco guerreiros reabasteceram de energia junto à Capela de Santana! Abençoada fonte, mal sabiam eles o que ainda estava para vir…pedalar, pedalar, pedalar, a altimetria era tão elevada que até as setas dos Caminhos de Santiago tomaram proporções gigantes!
   Antes da chegada ao destino final, barrigada de rir… alguém resolveu dar ao pedal de forma enérgica, e, de repente, “bumba” no meio da lama, e sei lá mais o quê (!?!), viam-se muitos bovinos por ali... O nosso guerreiro cambalhotas levantou-se tão rápido, que mal demos por ela já estávamos quase, quase em Parada de Aguiar!  Evil
   Mais à frente o Rui decidiu beber uma água fresquinha, directa da fonte, na caneca destinada para o efeito. O Hugo aproveitou para molhar a mochila e refrescar os calções…parece que se havia sujado uns minutitos antes… he, he, he! O Afonso, com um resquício de energia, ainda conseguiu andar de carroça durante uns breves minutos!
   Finalmente, Parada de Aguiar, com um albergues XPTO, e um bife de vaca à maneira, no restaurante junto à estrada (lembro-me do bife ser óptimo, mas o nome do restaurante já era...).
   Ao serão ouve tempo para “passar umas músicas” nos telemóveis de serviço e curtir o som, respaldados nos sofás do albergue!

5 JUNHO 2013
   Roupa seca, roupa no corpo e lá fomos nós em direcção a Vila Pouca de Aguiar, para tomar o pequeno-almoço na pastelaria junto ao Marco dos Caminhos de Santiago. Nesta localidade até os candeeiros de rua davam música aos transeuntes. Terra bonita! Gostei!
   Passamos depois por Pedras Salgadas e seguindo, pedalando, espectáculo: um singletrack até Vidago, sempre a descer, descer… que bom que foi! Toca a aproveitar e largar os travões! Até encontrarmos na parte final um burro e uma vaca no caminho… o Quelhas assustou-se (mentira!) e pimba, passados uns metros furou o pneu. Mãos à obra e toca a dar à bomba.
   Alguns quilómetros mais adiante, entrada em Vidago, com paragem nos Bombeiros Voluntários. Dez passos mais à frente o Afonso ofereceu uma dose de magnésio extra a cada um dos restantes aventureiros! Sim, é verdade, conseguiu comprar 5 bananas no supermercado e brindou-nos gentilmente com essa fruta deliciosa!
   Mal demos por ela e a energia das bananas transportou-nos rapidamente até Chaves, onde almoçamos um belo “pica-pau” de carne de vaca. Onde viemos a descobrir que essa carne, provavelmente, era de origem Idanhense. Vejam lá bem! O petisco estava óptimo, mas o cozinheiro recusou dar-nos  a receita…
   Depois de realizar o “chek-up” à frota dos Bombeiros Flavienses, pusemo-nos ao caminho, mas após cinco minutos, nova paragem no castelo de Chaves. O Quelhas pôs-se ao pontapé às bolas de cimento, o Rui esticou-se na relva, o Afonso e o Hugo miravam a paisagem e eu estava a orientá-los naquelas árduas tarefas, sentada num antiquíssimo canhão! Que rica a vida aquela!
   Bom, lá tivemos que colocar a casa às costas e continuar a viagem até Verin. Chegamos cedo, pelo que uns pinchos e umas canhas vieram mesmo a calhar! Contudo, e antes das canhas, o Hugo e o Afonso tiveram que dirigir-se à farmácia… queriam qualquer coisa para tratarem dos bancos das bicicletas…parece que com o passar dos quilómetros os assentos brotavam espinhos!... Não percebi! He, he, he!  Undecided
   Depois de vistas as montras, foram os cinco corajosos ao Zapatilhas, sim Zapatilhas (e não era uma sapataria) comer um belo manjar, regado com bom humor e umas canhas à mistura!... Bons sonhos!...

6 JUNHO 2013
   Pequeno-almoço degustado no hotel Verin e rumo a Ourense. Seriam 84 quilómetros de pedaladas intensas, brindadas com sol e algumas nuvens. Nos primeiros quilómetros e durante uma ligeira subida decidimos averiguar no meio do nevoeiro “Aonde é que fica o norte?”…Querem saber?... Pois perguntem ao Hugo e ao Rui…
   A paisagem com giestas amarelas fazia lembrar a Raia. Estradões sem fim, sempre a rolar, rolar, rolar… quase que nos dava o sono! Mas, qual não é o espanto quando o Afonso para numas bombas para atestar a Bike!!?? Segredo…, mesmo em frente, um café para comer uns bocadilhos à maneira!... Mal entramos, a pergunta habitual do Hugo: “WiFi?!”…
Repostas as energias, toca a dar ao pedal. Ourense aguardava-nos… passamos por outra vereda espectacular! Mas que fabulástico single, até o Quelhas rasgou por aqueles trilhos “afora”! Mais à frente uma das pedras de uma calçada “queixou-se” de ter embatido suavemente no joelho do Rui!...
   Pedalamos, pedalamos, pedalamos e a zona industrial de Ourense parecia não querer acabar. Mas, mal demos por ela, já estávamos a “bocadilhar” no café em Frente ao Hostal Lido! Os estômagos estavam na fase de preparação para as brochetas que haviam de ser servidas ao jantar. Leia-se brochetas = espetadas!  Cheesy

7 JUNHO 2013
   Penúltimo dia! Dia de reflexão… desayuno no bucho, mochila à rectaguarda e lá partimos nós. Ao sair de Ourense compusemos logo as pernas com uma subida a pique por uma calçada que parecia ser interminável! Lá no alto despedíamo-nos de Ourense.
Pedalámos por “verdejantes calçadas”, pedra sim, pedra não, queda quase aqui, queda quase ali (sim, às vezes não percebi muito bem como é que não tive a oportunidade de sentir a textura das calçadas), e lá continuamos a aventura do mês de Junho. Passados cerca de 30 quilómetros, avistámos o Mosteiro de Oseira! Depois foi colocar a bike ao lado e trepar pelos trilhos adentro! Os espanhóis esqueceram-se de tirar os pedregulhos do caminho, o qual parecia o túnel da gardunha, mas aqui ladeado por ervas e giestas amarelas. Sobe, sobe bicicleta, sobe!
Antes da chegada a Alaxe, novo piquenique! Uns minutos antespassámos por três peregrinos caminheiros vindos de Itália. Há Corajosos!!!
Subimos mais uma montanha e, para que a coragem não faltasse, nova reposição de energias. Até chegar-mos a Silleda vários foram as calçadas calcorreadas por nós! Uma recebeu uma “beijoca”, mas com carinho e sem mazelas visíveis no imediato! Nada que o fresquinho de uma canha não curasse! Aleluia, 1900m de altimetria e Silleda à vista. Encontrámos o Xavi no albergue, outros bttista que vinha de Toledo. Viria a ser o nº6 na etapa derradeira desta aventura. O Alexandro, amigo de Xavi, seria o nº 7!... Era já um grupo internacional! Nós atacávamos os trilhos com as mochilas, e eles os dois com os alforges!...
Ao jantar novo bife de ternera, saboroso por sinal, e jogo da Seleção Portuguesa com direito a vitória! Depois de embalados ao som de um concerto dos Coldplay e outro dos Muse, fomos direitinho ao vale dos lençóis!...

8 JUNHO 2013
Tostadas comidas, sapatos encaixados! 40 quilómetros separavam-nos de Santiago de Compostela! Pedalar, pedalar, comer, pedalar, chuva, emoção, emoção e mais uma etapa conseguida! Na última subida para a Catedral (e depois do deslize pelas margens do passeio de Xavi  Smiley) vieram-me à memória as palavras do Rui, depois de terminar-mos a nossa 1ª Aventura pelos caminhos de Santiago em 2012: “Sandra, para o ano vamos fazer os Caminhos de Santiago a partir de Viseu, desta vez em autonomia!...”
Coração a bater mais forte, lágrima no canto do olho e mais uma vez Aventura Cumprida! (Adoro-te!)
Na chegada à Catedral o que encontrámos? Uma prova de ciclismo Portuguesa, com início em Aveiro e término em Santiago de Compostela. O largo da Catedral, animado pela música e pelo rolar das bicicletas, convidava-nos a apreciar a bonita catedral. Desta vez “colámos” as costas ao chão e olhámos para os topos das torres a tocarem o céu: imagem Imponente! Afonso, Hugo e Quelhas, bem-hajam pelo vosso companheirismo e boa disposição. Rui, bem-haja por sonhares e tornares reais estes momentos fantásticos e inesquecíveis!...
(PS- para o ano digo-vos quais as palavras proferidas pelo Rui no fim desta odisseia!...  Roll Eyes)

Registado
Páginas: 1 [2]
  Imprimir  
 
Ir para: